skip to Main Content
(47) 3046-3320 (47) 98848-0026    CRC: SC-009972/O-4
Siga-nos nas redes sociais Facebook Facebook Instagram
Quais Os Impactos Da Reforma Trabalhista Para As Farmácias?

Quais os Impactos da Reforma Trabalhista para as Farmácias?

Gerir os colaboradores da sua farmácia pode ser um tarefa complexa. Então para que você esteja atualizado perante os direitos da sua equipe, conheça os impactos da Reforma Trabalhista para as Farmácias!

Você é dono, gestor ou empreendedor no ramo farmacêutico?

Possui uma farmácia?

Então, este artigo foi feito especialmente para você!

Naturalmente, você também está ciente das mudanças na reforma trabalhista para farmácias  , certo?

Afinal, a CLT mudou e é preciso estar atento para se resguardar e estar bem orientado do que é possível na contratação de novos funcionários para farmácia.

Vamos entender melhor sobre essas mudanças?

Profissão farmacêutica e farmácias!

A reforma trabalhista para farmácias modificou as permissões, e assim se consolidaram novas leis no regime CLT.

A flexibilização na contratação de profissionais para atuar na farmácia foi uma das muitas mudanças ocorridas, entre outras que serão listadas abaixo:

  • Pode haver aumento da jornada de trabalho;
  • Pode haver também a redução dos em horários de descanso e refeição;
  • O trabalho pode ser vinculado por modelo intermitente, onde o colaborador recebe apenas pelo tempo de trabalho, que pode seguir uma escala bem flexível, trabalhando dias e horários específicos.
  • Assim sendo, os acordos não precisam ser feitos nos sindicatos, bastando que o próprio colaborador tenha aceito os termos do contrato para trabalho em farmácia.

Horário de descanso e remuneração em alguns casos

Numa jornada de 8 horas, o horário de descanso se dá em apenas 1 hora, podendo até mesmo haver, em algumas situações, redução desse tempo.

Piso da categoria

As formas de remuneração são negociadas e não precisam condizer ao salário da classe.

Tempo despendido até o local de trabalho

Não é mais visto como parte da jornada o tempo de ida ao trabalho ou de saída do trabalho, com o retorno para casa, sendo assim, excluído da CLT.

Contrato intermitente, recebimentos e etc…

O trabalhador será pago pelo período trabalhado e só receberá por horas ou diárias.

Terá direito ao FGTS, férias, 13° salário, previdência… Tudo proporcional ao tempo e horas trabalhadas.

No contrato, é preciso constar o valor da hora trabalhada, que, de modo algum, pode ser inferior ao salário mínimo atual, ou ainda menor do que os outros funcionários recebem.

O colaborador deverá ser notificado com o mínimo de 3 dias antes de poder executar suas funções.

No período em que estiver inativo na empresa poderá desempenhar outros trabalhos, em outras empresas, seja do mesmo setor ou não.

 Assim é possível se assegurar melhor e garantir maior produtividade empresarial.

Precisa de ajuda com isso? Fale conosco!

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a GP Contabilidade?

Somos uma Contabilidade em Itajaí – SC

Especialistas no seu negócio para ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @GP-Contabilidade

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top